sexta-feira, 6 de novembro de 2009

MARIA DA GRAÇA CANTA "CANTANDO TUDO"

video

Maria da Graça nasce em 1919 em Lourenço Marques. Bem pequena, vem para Lisboa onde passa a viver. Em 1939 estreia-se na antiga Emissora Nacional. A sua carreira como cançonetista foi fulgurante, sendo interprete principalmente de ritmos brasileiros. Tornou-se na menina bonita da nossa rádio nos anos 40, e como tal a sua popularidade não podia ficar indiferente ao cinema. Por isso em 1942, é convidada por Lopes Ribeiro para o papel de Maria da Graça no filme "O Pátio das Cantigas". O curioso é que nessa altura nunca tinha ido ao Brasil, como a personagem do filme dava a entender. Um ano depois de ter protagonizado o filme "Ladrão Precisa-se!", mais precisamente em 1947, Maria da Graça parte para o Brasil em lua de mel, e aí assina um contrato com a rádio onde permanece por 3 anos. Em 1950 volta a Portugal, mas será por pouco tempo, pois em 1951 regressa ao Brasil onde fixa residência. Abre uma casa típica de nome "Adega de Évora", onde canta todo o seu reportório, nunca deixando de cantar na rádio e mais tarde na televisão. Obtém um sucesso enorme no Brasil, tendo uma legião de fãs não só brasileiros como argentinos, por isso só voltaria a Portugal nos anos 80, onde ainda edita um disco com o nome "Voltei", álbum que contem os êxitos de Maria da Graça dos anos 40. O Estado de Guanabara atribuí-lhe o o titulo de cidadã de Guanabara. Morreria em 1995 em Lisboa.

1 comentário:

isto é espetaculo disse...

MARIA DA GRAÇA QUE SE POPULARIZOU NA RÁDIO E MAIS TARDE NO FILME " O PATIO DAS CANTIGAS"
FEZ UMA CARREIRA ENORME DE SUCESSO NO BRASIL ONDE VIVEU ANOS A FIO
NO INICIO DOS ANOS 80 VOLTOU PARA PORTUGAL ONDE GRAVOU O SEU ULTIMO DISCO E ONDE PARTICIPOU AO LADO DE AIDA BAPTISTA NUM ESPECTACULO DE REVISTA " ANTOLOGIA DA REVISTA Á PORTUGUESA" NO TEATRO MARIA MATOS,AINDA FEZ UM ESPECTACULO NO ANTIGO LOUCURAS VINDO A FALECER PREMATURAMENTE DE LEUCEMIA