sexta-feira, 7 de novembro de 2008

MILÚ - CAPA DE REVISTA


Um dia, uma amiga de casa, ligada ao mundo do teatro, Georgete Ribeiro, convida Milú para a acompanhar ao teatro para ver a peça “Chuva de Mulheres”. A vedeta dessa revista, a popular Maria das Neves, num dos números dessa revista em que cantava uma bela canção do palco, ao ouvir a voz de Milú, vem-na buscar á plateia e leva-a para o palco para ela também cantar. Salvador achou imensa graça, e junto com Almeida Amaral resolvem escrever uma fantasia infantil, “O Preto Mazalipatão”, que marca a estreia de Milú no Teatro. A peça é um sucesso. Depois desse êxito, o Governador do Governo Civil de Lisboa da altura, Lobo da Costa, que havia montado um pequeno teatro “Trutas e Tretas”,no parque Eduardo VII, para ajudar os pobres do governo civil, convida Milú para participar nesse projecto, e onde ela passa a cantar canções famosas, imitando as grandes vedetas da altura. O reconhecimento vai aumentando e certo dia, com apenas 12 anos de idade, é convidada por Beatriz Costa e Chianca de Garcia para um pequeno papel no filme "Aldeia da Roupa Branca".

CONTINUA...

2 comentários:

isto é espetaculo disse...

Caro paulo,ler toda esta biografic é para mim comovente,embora a conheça tao bem.....tenho o programa desta peça que referes " o preto mazalipatão" que foi levada a cena no eden teatro e que faziam parte do elenco entre outros o saudoso manuel paiao e maria josé.
também no seu filme de estreia ao lado de milú aparce manuel paiao,lembrar nunca será demais que manuel paiao e eduardo damas foram grandes amigos de milú,assim como pra ela criaram grandes sucessos quer no teatro quer em cantigas,por exemplo os " olhos azuis"
abraço por este espaço tao especial sobre alguem que foi tao especial para mim

Bárbara Barbosa disse...

Madrinha mais linda!