sexta-feira, 28 de novembro de 2008

ANTÓNIO CALVÁRIO NO TEATRO DE REVISTA


António Calvário estreia-se no teatro em 1963, na revista "Chapéu Alto". Participa em inumeras revistas, comédias e operetas, tais como: "Lábios Pintados"; "Zero, Zero, Zé, Ordem para pagar"; "Duas Pernas, Um Milhão"; "Esta Lisboa que eu Amo"; "Mãos à Obra"; "Peço a Palavra". Torna-se assim um dos artistas mais populares de década de sessenta. Em 1964, é convidado para representar Portugal no Festival da Canção da Eurovisão, na Dinamarca, com a canção "Oração". A canção fica em ultimo lugar, não por falta de merito artistico, mas sim por razões políticas. Mas é graças a esta sua participação no festival, que assina uma série de contratos para cantar em Espanha, França, Itália, Holanda, Canadá e Estados Unidos da América.

CONTINUA...

1 comentário:

isto é espetaculo disse...

A PASSAGEM DE CALVÁRIO PELO TEATRO DE REVISTA E PELOS MUSICAIS FOI UM ESTRONDOSO SUCESSO
UM DOS SEUS ULTIMOS EXITOS EM TEATRO FOI " MOCIDADE,MOCIDADE" 1978 TEATRO ABC " POE-TE NA BICHA"
ABRAÇO